Críticas

Trials Fusion [Crítica]

02.Jun.2014 12:00

Ligam-se os motores e acende-se a luz verde para os percursos de obstáculos de Trials Fusion, com a comunidade a contribuir em peso para o prolongamento de uma experiência viciante.

Trials está de volta, estreando-se na nova geração. O plano é fazer-se valer do lançamento de Trials Fusion para o futuro próximo, dependendo das criações e partilhas da comunidade e do lançamento de conteúdo adicional (DLC) para se manter relevante e entusiasmante. A ideia não é nova, já a RedLynx o tinha feito, de certa forma, com Trials Evolution, com o qual a produtora compreendeu que a força da série jaz nos seus membros, fiéis e criativos. Esta aposta é clara, com ferramentas oferecidas de bandeja aos jogadores para que criem conteúdo e uma plataforma onde as partilhas são organizadas para que a escolha seja indolor.

 

Com uma fórmula que não tem grande margem para evoluir conceptualmente, a RedLynx apresenta as muito esperadas manobras freestyle, com um modo de jogo dedicado. Apesar de vir preencher um espaço vazio, as mecânicas exigem uma revisão, em especial a física do condutor, que se assemelha a um boneco de trapos. Nota-se que os elementos dedicados a esta nova vertente estão longe de estar afinados.

O conceito, em si, mudou muito pouco, pois, afinal de contas, em equipa vencedora não se mexe. A campanha a solo volta a desafiar o jogador com vários níveis repletos de obstáculos de diferentes dificuldades. O modo multijogador, despido das suas competências online (o multijogador online chegará por via de uma atualização gratuita), junta até quatro condutores em competições locais sem alterar as regras do jogo – contam o tempo e o número de quedas para determinar o vencedor.

O verdadeiro trunfo de Trials Fusion é a comunidade. O primeiro contacto é assustador e a ideia inicial é de que será demasiado difícil criar uma pista decente. Porém, a comunidade tem estado atarefada e neste momento já há níveis de uma qualidade impressionante para todos os jogadores, sejam casuais, versados ou simplesmente peritos na arte de ultrapassar obstáculos sob duas rodas.

Neste momento, a vida de Trials Fusion depende do conteúdo dos utilizadores e do multijogador local, dado que a componente online está em falta. O número considerável de pistas presentes na campanha acaba por não surpreender, pois são poucas as que oferecem um desafio satisfatório – há uma quantidade desnecessária de pistas fáceis e poucas realmente que oferecem um desafio à generalidade dos jogadores. As que se seguem aos créditos, porém, são cruelmente difíceis e exigem o domínio das técnicas mais complexas. De um modo geral, Trials Fusion vence por ter algo para todos os jogadores, com uma estrutura é sólida e um potencial enorme, ainda por explorar. A ver se a RedLynx se acomoda e passa a depender somente da criatividade da comunidade ou se investe com ideias originais e entusiasmantes que mereçam a atenção e a dedicação constantes dos jogadores.

Por: Duarte Pedreño

Conteúdo: BGamer

Trials Fusion

Lançamento: 16 de Abril de 2014

Também disponível para:

Pontuação GameOver

Geral 78
Gráficos
 77
Som
 80
Jogabilidade
 80
Longevidade
 75

Pontuação Utilizadores

70
5 votos
*A pontuação geral não é a média das restantes.

Relacionados

Vídeos

play

Trials Fusion: "Ride On" trailer

26.Fev.2014

Duração: 00:01:10

Sugerimos também

Comentários