Notícias

Novidades do modo carreira de FIFA 14

05.Set.2013 14:38

A EA Sports revelou novo vídeo sobre o mercado de transferências onde as classificações dos jogadores deixaram de estar visíveis.

A EA Sports divulgou um novo vídeo onde são apresentadas as novidades do mercado de transferências que permite aos jogadores enviarem vários olheiros para diversas zonas do mundo à procura de talentos para a equipa. 

Segundo a EA, "os clubes vão ter de ínicio entre um e quatro olheiros entre os elementos da equipa técnica. Esse número varia consoante a grandeza do clube, sendo que os mais pequenos vão começar sempre com apenas um. É contudo possível a todos os clubes contratar até seis olheiros para avaliar os talentos, sendo que os próprios observadores são classificados com entre uma e cinco estrelas dependendo da sua influência e habilidade".
 

Foram alargados os critérios ou filtros de pesquisa de jogadores, quando se envia um olheiro à procura de um jogador específico. Conforme explica a EA, "a especificidade da pesquisa e qualidade do olheiro vão determinar o tempo de espera e a eficácia dos resultados. Normalmente os olheiros vão voltar após uns dias, ou uma semana com informações sobre vários jogadores que se enquadram no perfil desejado. Os olheiros podem ser deslocados a qualquer momento, e vão estar constantemente em busca de novos talentos durante toda a época". 

As estatísticas e informações que os olheiros fornecem sobre os jogadores são importantes pois deixaram de estar visíveis as classificações dos jogadores no mercado de transferências. 

A secção de transferências passa também a englobar todas as notícias e rumores, incluindo informação sobre negócios e mudanças recentes. Os jogadores com mais de 23 anos e menos de seis meses de contrato restante são livres de procurar um novo clube. 

FIFA 14 chega às lojas portuguesas no dia 27 de setembro para Xbox 360, PS3 e PC, sendo posteriormente lançadas nas consolas de nova geração no dia do lançamento. 

Conteúdo: BGamer

Relacionados

Vídeos

Jogos

Sugerimos também

Comentários