25 Anos Metal Gear

Críticas

Metal Gear Solid HD Collection (Vita)

06.Jul.2012 16:25

Snake continua sólido.

Depois da versão para PS3 e Xbox 360, a compilação de dois capítulos de peso de uma saga marcante chega agora à PS Vita. Sim, disse: "dois capítulos de peso". Se a versão para consolas de sala juntava a Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty e Metal Gear Solid 3: Snake Eater uma adaptação HD de Metal Gear Solid: Peace Walker, a versão da Vita deixa de fora este título da PSP.

Pode pensar-se que aconteceu por motivos técnicos, porque a Konami não pretendia dispersar-se por três jogos na adaptação a uma consola com potencialidades muito específicas ou apenas porque alguém terá deixado o jogo publicado originalmente para a portátil anterior da Sony no fundo de uma gaveta, onde ficaria esquecido durante toda a fase de desenvolvimento até o primeiro fã alertar para a falha. Pode pensar-se isto tudo, com maior ou menor seriedade, mas a explicação muito mais pragmática será o facto de a versão de Peace Walker da PSP ser jogável na Vita e estar à venda na PS Store. Para quê vender só um jogo com gráficos retocados quando é possível vender dois (um com gráficos retocados e outro que nem tanto...)? Seja como for, não há grande margem para criticar a decisão de empresas que tentam rentabilizar ao máximo os seus produtos.

Mercantilismos à parte, interessa sobretudo falar do que está disponível e não do que falta. E o que está disponível são dois jogos notáveis pelo preço de um, duas páginas arrancadas ao livro da história recente dos videojogos. Falamos, claro, de um jogo de 2001 e outro de 2004 perfeitamente transpostos para versões de alta definição. Sabendo-se isto de antemão, ninguém poderá queixar-se de conteúdos que ficarão aquém do que hoje se faz. Os jogos são o que são. Ou seja, são o que eram. Sem mais nem menos. Mesmo assim, os gráficos resistiram bem à passagem dos anos e parecem bastante apelativos no ecrã vibrante da Vita.

O sistema de controlo nem sempre é perfeito, mas isso dever-se-á em partes iguais à idade dos jogos reunidos e ao número mais reduzido de botões da Vita (por comparação, por exemplo, com o número de botões de um comando DualShock). Mesmo assim, a adaptação não é traumática e os botões em falta são compensados pelo ecrã tátil. Alternar entre os dois jogos da compilação também podia ter sido mais facilitado, mas sem que isso prejudique grandemente a experiência. Para os fãs com efe maiúsculo que tenham em simultâneo a versão da Vita e da PS3, é possível transferir jogos guardados entre as duas consolas, o que é um pormenor simpático.

@Renato Carreira

Metal Gear Solid: HD Collection

Lançamento: 12 de Junho de 2012

Também disponível para:

Pontuação GameOver

Geral 90
Gráficos
 71
Som
 92
Jogabilidade
 91
Longevidade
 95

Pontuação Utilizadores

85
15 votos
*A pontuação geral não é a média das restantes.

Relacionados

Sugerimos também

Comentários