Notícias

10 consolas das quais (quase) ninguém ouviu falar

16.Abr.2012 08:23

Relembramos dez consolas que se afundaram nas suas próprias escolhas de design e decisões estratégicas, ficando votadas ao esquecimento ou lembradas meramente como casos insólitos.

2. Coleco Vision

Se a Odyssey introduziu os videojogos na sala de estar, 10 anos depois a Coleco Vision foi buscar os jogos de maior sucesso das arcadas e deu ao grande público a possibilidade de, no conforto do lar, jogar títulos como Donkey Kong.

Com um catálogo de jogos bastante vasto, a Coleco Vision alargava ainda mais esse repertório ao fazer uso de um módulo de expansão que permitia o uso de jogos da Atari 2600. Processos judiciais à parte e apesar de um sucesso que lhe permitiu vender cerca de um milhão de consolas em pouco mais de um ano, a Coleco Vision não conseguiu sobreviver ao crash da indústria dos videojogos e foi lentamente definhando até à sua morte em 1984.

3. Action Max

Saltemos rapidamente para 1987. “Utilizar cartuchos como suporte físico para os videojogos parece algo do passado, porque não usar cassetes VHS?” Terá sido provavelmente esta a ideia genial que passou pelas mentes criativas da extinta Worlds of Wonder.

Não era suficiente comprar a consola, quem quisesse experimentar a meia dúzia de jogos disponíveis, todos de light gune nos quais era impossível perder ou ganhar, também tinha que ter um vídeo lá por casa.

Ver página seguinte »

Relacionados

Sugerimos também

Comentários